Planeta Terra 2013

E ae galera tudo bem com vocês??

Hoje estou aqui pra falar de uma coisa que anda sendo muito bacana na cena musical do nosso querido Brasil!! Vim falar do Planeta Terra Festival.

20121020_202433

Esse festival vem acontecendo desde 2007 passando por diversos locais na cidade de São Paulo e trazendo diversas bandas do cenário indie rock ao nosso país, dou destaque a algumas bandas como The Strokes, Kasabian, Empire of the Sun, Mika, The Ting Tings, Phoenix (são somente algumas das que eu lembro porque eu quase morri de não ter ido nessas edições)

Ano passado tive oportunidade de ir no Festival e quando cheguei me deparei com uma chuvinha que insistia em cair porém não durou muito! Como não tinha a opção de entregar o convite em casa quando comprei na pré venda eu tive que retirar na bilheteria! Ponto positivo pra organização do evento, sendo filas extremamente rápidas e eficientes; Quando entrei no Jockey Club o local ainda estava meio vazio!! Então decidi comprar uma bebida onde também o serviço foi muito rápido e eficiente! Depois dei uma volta pelo festival e estava tudo muito organizado mesmo, com pontos de informação, cabines para fotos, espaços montados por patrocinadores! Outro ponto positivo foram os banheiros extremamente limpos e espalhados em pontos estratégicos do local e o Line UP que literalmente foi sensacional!

20121020_210959

Foram simplesmente perfeitos os shows do Best Coast, Suede, The Maccbees, The Drums, Azealia Banks e The Gossip; Foi uma experiência simplesmente fantástica.

20121020_232821

A edição desse ano ocorrerá no dia 09 de novembro no campo de marte na Zona Norte de São Paulo (fácil acesso pelo metro Portuguesa/Tietê ou Carandiru) e vai contar com nomes no Line até agora confirmados de Blur, Beck, Palma Violets, Lana Del Rey, Clarice Falcão, BNegão e os Seletores de Frequência e O Terno.

Lembrando a todos que a pré venda já começou e os ingressos começam a ser vendidos para o público em geral no dia 26/07/13, pelo preço de R$ 300,00 (valor inteiro) e R$ 150,00 (meia entrada) no primeiro lote.

Vale a pena lembrar que pra quem não puder ir o site oficial transmite o festival inteiro!

E esse ano o Hot Ticket’s vai estar lá pra contar tudo o que rolar pra você!

Pra quem quiser mais informações:

Site Oficial: http://musica.terra.com.br/planetaterra

Hashtag oficial: #planetaterra2013

Facebook Oficial: http://www.facebook.com/planetaterrafestival

Twitter oficial: @planeta_terra

Fotos e texto: Marcus Figueiredo.

Anúncios

YSL e sua campanha cheia de Celebridades!

Já era de se esperar, a nova campanha da grife Yves Saint Laurent causou polêmica! O gatilho para esse boom, começou com Marilyn Manson e Courtney Love estrelando a campanha com direção de Heidi Slimane, e do nada surgiu uma certa foto de Lindsay Lohan (feita por um fã) com ares da campanha da YSL. E claro! Já era de se esperar a confusão e gritaria nas redes sociais. Enfim, nada confirmado, mas muito comentado!

lindsay

A nova campanha divide opiniões nas redes sociais. Há quem diga que Heidi pesou a mão nas escolhas dos artistas e há também quem goste. Muitos ainda ressaltam o fato das fotos não mostrarem as roupas da coleção e terem perdido o foco, onde a grande proposta da campanha são as criações.

saint-laurent-music-project-feat

 

É importante lembrar ainda que, Heidi sempre esteve envolvido com a música em seus projetos e como exemplo podemos citar o The Saint Laurent Music Project, onde os artistas fazem seu próprio styling e tem autonomia para escolher as peças que quiserem, sejam de coleções vigentes ou passadas.

Vejam a campanha, que conta também com Kim Gordon e Ariel Pink…

ysl-campanha-musical-5 ysl-campanha-musical-8 ysl-campanha-musical-10 ysl-campanha-musical-4

 

Mais criações e menos Celeb’s! Será?

Show Franz Ferdinand por Wash Jordano

Logo na chegada ao parque, ( por volta de 13:45) já tínhamos a noção, de que este não seria um evento gratuito qualquer em um parque da cidade, uma fila quilométrica contornava o parque, e junto com o sol testava a paciência de quem se arriscou a chegar aquela hora.

No palco a Banda Uó, fazia seu show tocando The Smiths, hora em inglês, hora em português mesmo, injetando seu já conhecido deboche nas musicas da cultuada banda, porem infelizmente não foi dessa vez que consegui ver eles no palco. Antes de conseguir entrar no parque, a Banda Uó já tinha se despedido, já dentro começava a apresentação do Garotas Suecas tocando Rolling Stones, foi show foi correto, mas nada que fizesse a maioria dos presentes deixarem as sombras que as imensas arvores que o parque possui para chegar ao palco.

Logo em seguida foi a vez da banda We Have Band fazer seu show, com seus sintetizadores, e um som bastante dançante, atraindo um atenção maior, a banda destilou seu electro rock, porem sem empolgar muito, algumas musicas eram recebidas com maior empolgação, porém, falta a eles uma quantidade maior de hits. Logo em seguida era a vez do The Horrors fazer seu som viajante ecoar pelo parque e aquecer (realmente) para o que viria em seguida, a banda que tem seu som classificado como Shoegaze ( devido aos músicos de tal estilo ficarem olhando para os pés enquanto tocavam) mas rótulos a parte, o que o TH fez foi uma incrível apresentação de rock, usando e abusando de distorções, sintetizadores, efeitos para construir musicas que iam desde o mais cru rock garageiro, até musicas climáticas e viajantes, e antes que imaginavam, a banda acabava seu ótimo show, para depois de uma certa espera começar a apresentação dos donos da noite.

A essa altura todo o lugar estava repleto, e já não se entrava no parque, era lindo de se ver, olhar pra traz e não ver fim na multidão!

Entrava no palco então aqueles que eram o motivo que levou aquelas 20 mil pessoas a saírem de casa ( ou viajarem, no meu caso ) naquele domingo, a banda já entrou causando tremenda empolgação, mesclando musicas novas, “Brief Encounters”, “Fresh Strawberries”, “Right Thoughts” e “Trees & Animals” foram pulverizados entres seus hits como: “Michael” , “Tell Her Tonight”, “Jacqueline”, ” Take me Out” talvez umas das que mais empolgaram o publico , “Walk Away”, do ultimo álbum, Tonight de 2009 entraram somente 3 canções: “Ulysses”, “No You Girls” e “Can’t Stop Feeling” esta ultima ganhou versos de “I feel love” de Donna Summer, foi de arrepiar, e com “This Fire” a banda encerrou a apresentação causando frisson com uma verão estendida, fazendo o publico vibrar, e como é incrível ver uma banda daquelas no palco, em plena forma, entrosados, seguros de si e com uma quantidade imensa de hits.

Ponto para o Festival Cultura Inglesa, que nos ofereceu um festival muito bem escalado, em um lugar lindo, pena que muita gente ficou de fora. Algo a ser pensado quando for feito uma próxima edição, mas no final das contas tudo flui incrivelmente bem!

Vejam no vídeo:

 

Obs: Video extraído do youtube.

Lollapalooza São paulo 07 e 08/04/12

Mais um festival com minha presença confirmada, não, eu não poderia faltar deste evento bem organizado e conhecido pelo planeta todo. Confesso ter ido no sábado não só pelo Foo Fighters, banda essa que marcou muito minha adolescência, mas também pelo ícone da posição feminina no Rock, Joan Jett, foi um final de semana aventureiro.


Dia 1 – Sexta-feira, dia da retirada dos ingressos. Depois de uma bela caminhada até o metrô, descemos na estação Butantã, nova e com um lindo ar condicionado, e fomos a pé até o ponto de retirada dos convites, ficamos abismados com tamanha organização, logo na entrada eram pedidos os documentos para a confirmação, tudo certo, fomos ao primeiro guichê, 1 minuto de “espera”, fomos encaminhados ao segundo guichê, mais 1 minuto, PRONTO, já estávamos com os convites em mãos. Bingo, agora era só esperar mais algumas horas, que seriam rápidos demais pra quem esperou em torno de 2 meses.


Dia 2 – Sábado – 07/04/2012 – O dia do Foo Fighters, filas quilométricas estavam postas aos portões de entrada, muitos Daves Grohls, muito policiamento, muita gente perdida, e é claro, fui uma delas. Ao entrar, me reencontrei com os amigos no show do Rappa, que animou a galera, principalmente na hora que tocou Rage Against The Machine. Com o sol quente sobre nossas cabeças, resolvemos esperar pelo 2º show mais esperado, Joan Jett.
O show começou pontualmente, e a mulher realmente tem presença, atitude e arrasa no palco. Tocou músicas novas, músicas de sua primeira banda, The Runaways, e músicas conhecidas de sua carreira com a banda The Blackhearts, que a acompanha há anos.
O único “problema” do primeiro dia foi ter colocado o show do Foo Fighters logo após o da Joan, acabamos não vendo o final do show, para poder garantir um lugar que pudéssemos, ao menos, ouvir direito ao FF. Quando entramos, o número de pessoas no local era enorme, agora então, com o ultimo e mais esperado show do festival, era impossível achar alguém, ou conseguir “ver” ao show. Fomos parar em baixo de um telão, não conseguindo ver nada do palco, e com as caixas de som, apontadas para todos os lugares da arena, menos para o nosso… Sendo assim, não conseguimos nem ver, nem ouvir direito ao show. Agora você me pergunta se eu não iria, se eu não gostei… A resposta é única, SIM, para todas elas, faz parte de um festival você passar por todos esses “perrengues”, se fosse tudo perfeito, não teria graça alguma. A volta para casa foi a parte mais difícil, depois de ficar de pé por horas a fio, tivemos que andar por mais alguns minutos para poder conseguir pegar um taxi. O banho, a chegada em casa e era tudo que precisávamos.

Dia 3 – Domingo – 08/04/2012 – O Dia dos frios Arctic Monkleys.
Particularmente, foi o dia que mais gostei, ao chegar, pegamos o show do Gogol Bordello, que levantou as pessoas e a poeira do chão, pura animação, vinho e bigodes.
Às 16 horas fomos ao show do Friendly Fires, show que eu estava esperando há tempos, fiquei surpreendida com tanto carisma, rebolação, suor e musicalidade. Os caras conseguiram ser mais que fiéis quanto ao som. Foi caloroso, lindo, acredito que, que nem eles esperavam tanto do público brasileiro.


Às 19 horas foi a vez do Foster The People, a banda “aposta” do ano, confesso que depois de ter visto um vídeo ao vivo dos caras no Multishow, não gostei da voz e achei muito morno pra ter tamanho prestígio. Fui ao show, mais pela espera do Arctic, e não é que o Foster é mesmo incrível no palco? Os garotos tem presença, carisma e talento, com roupas de meninos “do bem”, souberam levantar e fazer inúmeros fãs no festival, cantaram o maior hit de seu cd, a música “Pumped Up Kicks” e com certeza, fizeram outras músicas virarem hit, exatamente pelo fato de souber como animar o público cansado, depois do dia de muito sol e da noite com garoa e ventos frios e cortantes. Foi tanta empolgação, que não conseguimos lembrar que havia chuva.
O ultimo show do festival, Artic Monkeys, fizeram um show sério e concentrado, sem muita conversa, sem muita risada. O segundo show da banda no país foi regrado de músicas novas e músicas antigas, uma comemoração e lembrança do que foi em 2007. Alex, com seu topete soube ser o típico inglês balsé, mas nem por isso, deixou com que lembrássemos do frio e do cansaço.
A segunda-feira nos bate a porta, a rotina permanece, mas vivemos para isso, para as lembranças, para a realização de que podemos esperar e obter sempre mais de nossas vontades…

Colaboradora: Marília Denobre (estudante de publicidade e DJ)

Ellus – Inverno 2012

As coleções de inverno já estão chegando nas lojas e as campanhas bombando nas revistas e sites de moda! E hoje o Hot Ticket’s traz para vocês a pegada rock da Ellus! Com um time de modelos famosos como Aline Weber, Alicia Kuczman e Marlon Teixeira, o clima é sexista! Atente para a jaqueta de couro em matelassê usada pela Aline! Linda e objeto de desejo pra quem quer ama essa atmosfera rock roll!

Jeanswear de qualidade sem cair no óbvio! Beijos e até o próximo post!

Fotos: Jacques Dequeker

Direção de arte: Kleber Matheus

Quinta no Cervantes Bar

Quem acompanha o blog sabe, que a noite do Clube do Tchu já é sucesso. A idéia é bem bacana. A galera reuni amigos e faz uma discotecagem com o acervo do grupo. Vale a pena conferir e se jogar no melhor do rock alternativo!

Reprodução

Se joga, porque o bar é muito bacana, atmosfera descontraída e som ótimo!

Endereço: Avenida Dr Lisboa, esquina com a Rua São José, n 1000, Centro, Pouso Alegre – MG