Waking Life – Janaína Modesto

Filosofia Animada
6905_heading
WAKING LIFE (Waking Life)

EUA, 2001 – 99 min

Animação

Diretor: Richard Linklater

Roteiro: Richard Linklater

Elenco: Vozes na versão original: Wiley Wiggins, Kim Krizan, Ethan Hawke, Julie Delpy, Charles Gunning, Lisa Moore, Louis Mackey, Steven Prince, Caveh Zahedi, Adam Goldberg, Nicky Katt, David Martinez, Steven Soderbergh, Louis Black, Richard Linklater

Waking Life é uma obra visualmente deslumbrante e original, que oferece até alguns tratados intrigantes filosóficos sobre os princípios fundamentais da vida, enquanto sendo uma fonte constante de humor e espanto. Toma sua consciência, através de uma série de conversas e monólogos, através de diferentes filosofias. Mais ainda ao tomar as filmagens e colocá-las através de uma técnica de animação e o que se obtém é, ironicamente, considerando-se o título, uma excursão pelo sonho através da física, metafísica e delírios lunáticos em uma escala heróica. Surpreendentes em sua originalidade, deslumbrante, na sua erudição, ele enfrenta sem medo questões do livre-arbítrio, a identidade e a natureza da própria realidade sem nunca perder o seu sonho dentro de um sonho de qualidade. E isso é bom, porque seu tema central é se a vida “acordada” é de alguma maneira significativamente diferente do sonho, ou melhor, um sonho lúcido. Também não escorrega para os pântanos de pedantismo pretensioso. Linklater é sério, mas não insuportável. Humorado entrega a mensagem tão facilmente como uma proposição lógica.

A animação de Waking Life não segue a tradição das características da Disney. Utilizando da técnica de rotoscopia interpolada Linklater filmou todo o filme em live action, em seguida, transferiu digitalmente as imagens para computadores, onde o animador Bob Sabiston, supervisionou o processo de pós-produção em que 31 artistas, animaram de forma individual, geralmente dando duas caracteres para permitir uma variedade de estilos e interpretações. O resultado final é incoerente e sonhador, com imagens que são por vezes finamente detalhados e, por vezes, quase cru. Os fundos com freqüência vacilam, fazendo parecer que toda a ação ocorre a bordo de um navio balançando suavemente. Isso tudo é intencional, uma vez que a cada momento de Waking Life é para transpirar como se estivéssemos dentro de um sonho.

Waking_Life_by_TensionHead26

Sem possuir um roteiro convencional, e mais provavelmente trabalhando apenas com notas e idéias, Linklater utiliza cerca de trinta personagens para explorar a questão: “Será que somos sonambulos quando estamos acordados ou estamos acordados quando estamos sonhando?”. Para encontrar as respostas ele utiliza o protagonista anônimo e silencioso interpretado por Wiley Wiggins, estrela de “Jovens, Loucos e Rebeldes“, um jovem que voltou à cidade onde anos atrás, uma menina brincando daqueles jogos de dobradura de papel (não sei o nome daquilo, mas é daquelas brincadeiras onde se diz um número e a pessoa move o papel com os dedos até chegar num ponto onde ao desdobrar o papel à uma resposta) desdobrou para mostrar-lhe as palavras “sonho é destino”. E a partir disso ele parece estar em um sonho, e queixa-se que, embora ele saiba que é um sonho, ele não pode/consegue despertar. Ele vagueia por pessoas e lugares. Encontrando diversas teorias, crenças e sanidades através de uma grande variedade de pessoas, incluindo Robert C. Solomon, filósofo da Universidade do Texas, Speed Levitch, um tagarela contador de histórias, o diretor Steven Soderbergh e os atores Ethan Hawke e Julie Delpy, que oferecem debates e diálogos em ambos os elementos abstratos e concretos da existência composta de uma série de discussões filosóficas que vão desde como a linguagem evoluiu para o papel da mídia na vida moderna, o livre arbítrio e a mecânica quântica para o sentido de identidade.

Linklater encontra inúmeras maneiras de filosofar sobre a existência e realidade. Não há o interesse sexual, não há violência, não há história: apenas conversas. Este é um filme com as pessoas falando sobre o significado da vida. E isto não é supostamente irônico, ou cômico. Você não rirá deles. Você não rirá com eles, também. Está presa na seriedade, estranha insidiosa do que está se desenrolando. Como forma de enriquecimento teórico, muitos pensadores e personalidades foram pesquisados como forma de referências, alguns dos nomes citados pelos personagens são: o cineasta Jean-Luc Godard, o cineasta Robert Bresson, o cineasta Louis Malle, crítico de cinema André Bazin, o escrito Philip K . Dick, o poeta Garcia Lorca, o escritor Thomas Mann, romancista DH Lawrence, o filósofo Friedrich Nietzsche, filósofo Soren Kierkegaard, droga guru Timothy Leary, escritor e existencialista Jean-Paul Sartre.

wakinglife (1)

Um filósofo diz a Wiley como o pós-modernismo, com seu ponto de vista da identidade construída por determinantes sócio-ideológicos, não cumpriu a humanidade e que o existencialismo, tão longe de ser uma afetação datada, é preferível a visão do mundo. Outro pensador, um biólogo molecular, postula uma teoria neo-darwinista da evolução de dois sistemas – um digital, da tecnologia da informação, o outro analógico, da biologia e da clonagem – o que levará à ênfase da guerra, ódio e sofrimento. Um prisioneiro furioso ruge sua sede de vingança de trás das grades. Um ativista dissidente de uma forma Ballardiana fala sobre o amor orgástico do homem no caos: antes de se banhar com gasolina e acender um fósforo ateando fogo no próprio corpo. Um dos discursos escritos sobre o cinema do crítico André Bazin sobre o momento “sagrado” do cinema, quando a câmera olha sobre a realidade: a realidade, inalterável inefável, como um próprio Deus.

Este é um filme deslumbrante e avassalador, uma verdadeira obra de arte única. É uma aberração intelectual que será lembrada por sua aproximação ao espírito filosófico da vida, é um filme que me deu muito prazer e alegria em assistir. É um fluxo livre de idéias baseados em um roteiro improvisado. Ele reflete a curiosidade do diretor que não tem medo de aprender e desbravar novos caminhos. O filme não está preocupado com o enredo ou sobre a tentativa de trazer respostas concretas, mas trazer idéias é a própria mensagem. Por si só, este filme está mais próximo da realidade do que a maioria dos filmes. Se há alguma crítica a Waking Life é que Linklater tem limitado o seu potencial, limitando o recurso a uma série de conversas. Isso também significa que às vezes você se encontra assim envolto pela imagem inebriante que é difícil de concentrar-se na lábia dos personagens. No entanto, parece grosseiro reclamar que havia muita coisa para absorver, quando o caso é geralmente o oposto. Waking Life, certamente não é para todos, mas, em grande parte devido à sua abordagem fresca e seus discursos infinitamente fascinantes, ele acaba ficando com você por muito tempo após as agitadas imagens animadas terem sumidas da tela. A resposta, suponho eu, é vê-lo novamente, e então, é que você vai perguntar Será que somos sonâmbulos quando estamos acordados ou estamos acordados quando estamos sonhando?

Dica: Não se preocupe, se tiver vontade de ler filosofia qdo o filme terminar.

Boa semana, até a próxima.

Anúncios

Playlists por Marcus Figueiredo

READY FOR THE WEEKEND???

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Ta afim de dançar?? Beber?? encontrar os amigos?? Fazer aquela festa?? Se liga nessa playlist que hoje ta simplesmente DANÇANTE!!

Depois de uma semana muito cansativa, nada melhor do que seguir as ordens do finado Leandro e do Leonardo: 

“Hoje é sexta-feira, chega de canseira, nada de tristeza, pega uma cerveja, põe na minha mesa, hoje é sexta-feira,traga mais cerveja…”

Apesar da brincadeira, hoje a Playlist não vai ser de música de sertaneja, vai ser sobre um Dj/Produtor que eu acho simplesmente sensacional. O Nome dele é CALVIN HARRIS

Nascido na Escócia em 17/01/1984, foi chamado pelos seus pais de Adam Richard Wiles.

A partir do ano de 1999, Adam, hoje, super conhecido por seu nome artístico CALVIN HARRIS, começou a produzir suas músicas em seu quarto como válvula de escape para sua vida anti social.

No ano de 2007, lançou seu primeiro álbum chamado “I Created a Disco”, álbum que recebeu bastante destaque pela crítica especializada, dando a Calvin indicação de Melhor álbum de Música Eletrônica.

No ano de 2009, já mais maduro e com a carreira consolidada lançou seu segundo álbum chamado “Ready for the weekend”. O cd foi um sucesso!! Deu diversos prêmios a Calvin e abriu portas para sua carreira crescer ainda mais.

Ta afim de conhecer as músicas de Calvin Harris no início da carreira??? Só dar um play nos vídeos abaixo:

A partir de 2010 a vida de Calvin Harris começou a mudar. Após fazer uma parceria com Rihanna na Música We Found Love.

Sua carreira simplesmente deslanchou, ganhou muitas premiações, vendeu diversos discos e engordou – E MUITO – sua conta bancária $$$$$$$$$$.

Com essa deslanchada, Calvin Harris viu que suas parcerias estavam dando certo.

Após diversas parcerias no ano de 2012, lançou seu terceiro disco chamado “18 Months” que foi um sucesso!! Em termos de parcerias musicais e músicas dançantes deixou qualquer DJ/Produtor no chinelo. Confira abaixo no Play:

E por hoje é só pessoal.

Semana que vem tem mais!!

Silhueta triângulo invertido – O que usar?

E chegamos ao penúltimo post da nossa série de biotipos femininos! Hoje o nosso escolhido se caracteriza por ombros largos e quadril mais estreito e podemos chamar este biotipo de Triângulo Invertido. O formato da cintura tende a ser mais reto, costas largas e pernas longas e finas! Mas o que usar? Nós respondemos a pergunta! Chega mais!

É importante que as garotas que possuam este biotipo, assim como todos os outros, saiba usar as peças certas, de maneira que a silhueta fique equilibrada com o look escolhido. Por este motivo, meninas e mulheres que possuem este formato corporal invistam no destaque dos quadris e pernas. Portanto saias, shorts e calças com detalhes e bolsos são muito bem vindas. As que contém estampas também são uma ótima opção. Um outro objetivo de quem possui esta silhueta é usar blusas que deem a impressão de ombros menores. Outro truque importante é apostar em blusas que possuem babados na barra. Você pode também adicionar ao seu look anéis grandes, decotes em v, cachecóis e echarpes que fiquem como detalhes verticais.

Fuja de camisas e casacos muito estampados, ombreiras então nem pensar! colares muito curtos e brincos muito grandes podem também pesar o visual de quem tem esta silhueta!

tria inv

Entre as famosas que possuem este biotipo e que podemos destacar estão a Brasileira Fernanda Lima, Rennée Zellweger e Carey Mulligan. Sempre muito bem vestidas e arrasando por aí!

famosas tri

E na próxima semana encerramos a série de biotipos femininos, mas outras séries do gênero virão! Aguardem!

Kate Spade Saturday!

Posso dizer pra vocês que esta é uma das ideias mais legais em termos de varejo de moda, criada pela grife Kate Spade. O projeto consiste na compra de peças por meio de uma vitrine e nela contém uma tela com todas as opções que estão expostas na frente do cliente. Este novo formato de compra funciona como um Delivery. Você faz o seu pedido e a roupa é entregue dentro de uma hora depois no conforto do seu lar! E o pagamento é feito quando o cliente recebe sua compra! É como pedir uma pizza (quase)! Este formato é super interessante para aquele momento em que todas as lojas estão fechadas e você precisa de um look urgente para um compromisso. Por enquanto a Kate Spade Saturday aplicou suas lojas delivery apenas na cidade de Nova Iorque! Mas será que este conceito funcionaria aqui no Brasil?

KateSpade4

Foto: Divulgação

KateSpade6

Foto: Divulgação

KateSpade8

Foto: Divulgação

KateSpade9

Foto: Divulgação

Interessante não?

5 Apostas para próxima temporada!

Elegemos 5 nomes e itens que irão bombar na temporada primavera – verão 2013/2014! E para você não ficar de fora do que vai ser hit logo mais, nós te atualizamos com o melhor da moda, beleza, decor, música e afins! Chega mais!

1148900_457104864397357_2047648103_n

Foto: Atelier Ju Amora

Banquetas Ju Amora: Não é novidade que sou fã do trabalho da Ju Amorim! Suas banquetas coloridíssimas são puro charme! Quer dar colorido e um toque divertido à sua casa? É bom olhar com atenção para os trabalhos da artista, sempre cheios de energia e diferenciados e o melhor, ela trabalha com vendas online! Para conhecer outros trabalhos e adquirir sua banqueta style: https://www.facebook.com/AtelieJuAmora?fref=ts

bb-cream-loreal-claudinha-stoco-1

Foto: Divulgação

BB Cream Loreal: Adeus cara de cansaço! Adeus marcas indesejáveis! Adeus mil produtos para chegar num bom resultado! Bom eu falo com conhecimento de causa. Recebi a amostra do produto e testei! E o que eu ouvi das pessoas foi: Nossa sua pele está tão boa! Gente! Você está com um rosto tão uniforme, sem manchas, etc. Risos a parte, o produto é bom mesmo e o melhor contém filtro solar! Então se joga!

1238811_1412615312297231_1551159094_n

Foto: I9Design

Kamizzeta I9desing by San Venturelli: Eu como bom blogueiro, adoro itens únicos, personalizados e esta semana tive contato com o trabalho da I9desing! Várias t-shirts muito bacanas com estampas muito atuais e bem humoradas e com preços ótimos também! Feitas por encomenda, você já pode pedir a sua pelo face: https://www.facebook.com/geraldine.doyle.3511

41

Foto: Reprodução

Peças masculinas com estampa floral: Elas surgiram em 2011 em alguns desfiles de moda masculina e podemos dizer que causaram uma certa resistência por parte do público masculino! Mas agora em 2013 podemos ver em vários registros de street style a presença das estampas florais desfilando por aí nos looks masculinos. São jaquetas, camisas, t-shirts! Se você é ousado e não tem medo de arriscar, aposte sem medo!

559792_192634934248741_881684864_n

Foto: Michel Braga (divulgação)

Dj Michel Braga: Para quem não sabe, o Sul de MG tem vários Djs sensacionais! E entre eles posso citar o trabalho do Michel Braga! Quem esteve no Coquetel da Colcci no Serra Sul Shopping amou! Portanto é bom estar atento! Com um set de música eletrônica intitulado de Take you Higher, seu soundcloud é sucesso na hora de fazer uma pré com os amigos! Se joga! https://soundcloud.com/dj-michel-braga/t-a-k-e-y-o-u-h-i-g-h-e-r-m-i

blogueiros, Mkt e consumismo!

tumblr_lykvm5kl8b1qlwknoo1_500_large

Vira e mexe eu me pego pensando: qual o real papel dos blogs de moda? E dentro deste questionamento meu pensamento vai longe e surgem mais perguntas, muitas vezes sem respostas… Mas vou usando do feeling para dar direção ao conteúdo que desejo compartilhar com os leitores e seguidores…

Em recente entrevista num programa de rádio, defini minha página da seguinte maneira: o Hot Ticket’s funciona como um gerador e condutor de conteúdos. Começamos a escrever sobre moda e com o passar do tempo fomos abrangendo mais temas como arte, cinema, música, publicidade, lifestyle e fotografia. A proposta deste projeto nunca foi de cunho financeiro, e sim pelo amor a estes assuntos e pela vontade de compartilhar ideias legais e interessantes que fazem parte deste universo. Mas como tudo que fazemos com amor e acreditamos, toma forma e se molda com o tempo!

Acredito que a grande sacada quando montamos uma blog, site ou portal é a coerência nas postagens, é o saber fazer, buscando e aprendendo mais a cada dia! É vivenciar e ter um olhar para tudo aquilo que você publica! Resumindo: é amar o que se faz!

A todo momento, blogs são criados na rede com o intuito de ganhar dinheiro, a caminhada é longa e ter diferencial é um dos principais requisitos. E o que vejo por aí sinceramente, não brilha aos meus olhos! E mais uma vez volto a falar dos looks do dia… Os “jabás” são fortíssimos! São pessoas que posso defini-las como um fake da internet. Não exprimem o menor exercício de estilo! Não vivenciam um universo de moda e sim de consumo! E eu pergunto: É valido?

Muitas vezes é válido sim! Quando o leitor é tratado com verdade absoluta! Acredito que o caso das blogueiras de look do dia seja interessante de certa forma para as marcas e funcionam como uma vitrine para quem acompanha tudo isso! Mas é importante lembrar que looks impecáveis e interessantes são escassos no meio das “bloguetes”… algumas peças usadas a cada temporada se tornam virais, muitas vezes monótonos. Quem se lembra da calça listrada em p&b? E as expressões Givenchy inspired, kenzo inspired… Chavões do tipo: Deuso, Muso, In love etc… ou seja, uma série cansativa, banal e muito, mas muito fake!

A dica é: se você quer ter um blog nestes padrões de look do dia, tenha bom senso, elabore bem suas dicas, invista no português, gere conteúdo, mesmo que seja difícil trabalhar em cima do óbvio e saiba que a vertente moda se torna um espaço pequeno quando se elabora um guia de consumo… é muito comum também observar que toda blogueira de moda em seu about coloca: sou apaixonada por moda, vivo a moda em todos os momentos e blá blá blá… Não! Minha amiga, você definitivamente não é apaixonada pela moda ou respira moda all the time… Você vive o consumismo imposto pelas tendências de moda… é business! Geralmente pessoas inseridas num universo de moda, e que possuem um lifestyle fashion e criativo, são diferentes… o teor fashion é natural, sem “mimimis”, sem “frescurinhas” e sem aquele chavão insuportável: você tem que ter esta blusa, ou vestido e etc…

Mas não confunda o jabá com anunciantes. Os anúncios são válidos sim! Afinal as pessoas precisam sobreviver do seu trabalho. Mas que tal inovar? Ser coerente? Que tal expor uma montagem de looks válida, diferente dos padrões e bem autoral? Como leitor eu quero o melhor do exercício de estilo, saber o que rola nas ruas, conhecer adaptações de tendências para a vida real! Quero conteúdo interessante!!! Quero pluralidade de estilos, dicas e looks lindos de verdade! Será que é querer muito?

E vocês o que acham?

Beijos e até o próximo post!

Um pouco do VMA 2013.

Red carpet é uma coisa que nos chama atenção! Pelos looks, pelos famosos e pela expectativa também, mas… o momento esperado para conferir os looks das estrelas da música internacional foi um tanto quanto “bege”… Para vocês terem uma ideia, Lady Gaga desfilou pela entrada do evento de longo preto, isso mesmo… Entre os looks das famosas que mais gostei está o de Rita Ora, vestida realmente para uma premiação e Rihanna no melhor estilo jeans e t-shirt branca. O restante dos registros não houve muitas surpresas! Vejam as fotos e escolham seus preferidos!

vma1

Fotos: Just Jared/Getty Images

vma2

Fotos: Just Jared/Getty Images

vma3

Fotos: Just Jared/Getty Images

vma4

Fotos: Just Jared/Getty Images

vma5

Fotos: Just Jared/Getty Images

Rolaram muitas apresentações super aguardadas neste VMA 2013, como a de Lady Gaga com seu novo single Applause, Kanye West com a canção “Blood On The Leaves” do álbum Yeezus. Mas o grande astro da noite foi Justin Timberlake, que se apresentou com o grupo NSync, levando os fãs da extinta boy band ao delírio, e também fez sua apresentação solo de seu atual trabalho, o “The 20/20 Experience 2 of 2”. E mostrou porque é considerado um dos maiores nome da música mundial!

page

Beijos!