A Partida – O Filme por Janaína Modesto

filme-a-partida

Uma ode á vida

Como ganhar algo em uma perda?  Pergunta que remete a um paradoxo, talvez. O filme “A Partida”, antes de tudo, me fez pensar sobre isso.

A história é simples. Um violoncelista, de Tóquio, metido em uma dívida para adquirir seu instrumento, se vê sem rumo, quando a orquestra para a qual tocava é dissolvida. Resolve, então, com a esposa, voltar para sua cidade natal. Lá o único trabalho que consegue é em uma empresa que prepara os mortos para… Opa. Peraí! Nesse ponto o que parecia simples ganha contornos de complexidade.

O personagem principal, Dai, troca a arte de concertista pela arte do acondicionamento: cuidados especiais no corpo do finado, como  maquiagem, roupas, purificação, antes do cortejo fúnebre. Acho que é o momento certo para colocar uma música. Youtube a postos…

Como pode a morte transformar a vida (sim, é uma afirmação enfática). Como o perder tem um simbolismo de ganhar (mais ênfase). Partir é um outro chegar. Uma pétala de rosa que cai vira adubo para outra flor. Nas separações, nas idas sem volta, nos beijos que terminam, nas mãos que se largam, há o reverso. Outros amores, uma muda nova de planta, chegadas, mãos que se conhecem, encontros, perdão.

Nesses devaneios, tão meus, “A Partida” trouxe a vasta emoção de um otimismo renovador.

A cada ritual de acondicionamento, em que as mãos de Dai, delicadamente,  tratam a pele, os pelos, a roupa dos mortos, o “fim” se aproxima de uma poesia lúdica e, em alguns momentos, do hilário.

Será uma heresia rir da morte? Ou, um arranjo mais lúcido de encarar o medo com a sabedoria, necessária, para todas as fases da nossa passagem pelo mundo.

Deixar de ser criança é uma forma de morrer, ou de matar as condições infantis e ganhar status e maturidade, assim como deixar de ser adolescente, deixar de ser jovem, deixar de ser de meia-idade…  Sempre com a mesma dinâmica de que o perder em si, significa também ter algo de volta, que acrescenta que faz evoluir e que faz ampliar a consciência sobre o que se é e o que se quer.

229153post_foto

A morte atingirá a todos. Essa é (pelo menos, enquanto a engenharia genética, assim o permitir) a regra, sem exceção, do ser humano.

Enfrentar a finitude, que ronda a nossa condição, faz vomitar, traz preconceito, acaba com amores. Que o diga Dai, que ao assumir seu talento para lidar com os cadáveres e transformá-los em imagens de vida, se vê discriminado, sozinho. Sim, isso mesmo, transmutar imagens mortas em imagens vivas! (mas, meu leitor, sem muitos detalhes, para não estragar nenhum prazer, que assistir a esse filme traz).

No filme, o roteiro tenta alinhavar ligações entre o fim e o começo de cada coisa e de todas as coisas, com uma redenção, plenamente, possível. Sob esse aspecto é possível desculpar, ou pedir desculpas.

Um cenário onde até as pedras podem ser, alquimicamente ( neologismo, será?), transformadas em delicadas declarações de amor, da vida para a morte e da morte para a vida. Momento de renovar o viver, seja com pedras lisas, pequenas ou pedras rugosas, grandes. Elementos, culturalmente, considerados obstáculos colorem-se com um simbolismo de nascimento.

Assim como as flores de cactos são resistentes a toda aridez do solo, propício ao vegetal, e  insistem em estar desabrochadas, como um desafio à falta de água, de vento, de polinização.

Imagens que são como uma ode á vida, que insiste, incide  instiga, instrumentaliza.

Dica: ao assistir “A partida” a sensação é de bipolaridade. Rir e chorar serão de uma alternância, esperada. Não tenha medo, permita-se sentir.

Esse devaneio de hoje tem dono… Para você que me inspira e que me faz sentir que a vida pode começar a cada segundo. Com meu amor, carinho, admiração. Obrigada por me mostrar coisas  tão  lindas como Okuribito. Ah, ele tem nome, Alexandre…

Ah, amiga Flávia, para você que chorou junto comigo, em algumas cenas, também merece minha dedicatória.

M.A.C – Coleção Antonio Lopez

A atmosfera setentista baixou na nova linha M.A.C. O lançamento da marca de cosméticos, intitulado de Antonio’s Girls traz top consagradas da década de 70 como Pat Cleveland, Marisa Berenson e uma das minhas modelos preferidas, Jerry Hall! O artista ganhou destaque desenhando para grifes como Valentino, Yves Saint Laurent, Versace, etc… Entre os itens comercializados você poderá encontrar necessaire, bolsa, paletas de sombras, de blush, todos com ilustrações destas tops retratadas por desenhos do artista! A coleção é incrível! lembrando que a edição é limitada, mas ainda não se tem notícia se será comercializada aqui em terras brasileiras. O valor dos produtos ficará em torno de 25 dólares (espelho) até  55 dólares (bolsa).

1006012_10151626722757880_813088471_n mac mac-blush mac-lips mac-necessaire2 mac-tote

Linha da M.A.C digna de uso e de coleção também!

O caso da Blogueira fura fila!

O que te faz especial? Poder aquisitivo? Status profissional? Beleza e vários looks publicados?

O que te faz pensar que por fazer parte de uma equipe de uma revista famosa, as outras pessoas devem se curvar a você?

O que é educação e cidadania para você?

Todas as respostas para estas perguntas seriam respondidas de maneira simples e rápida se não se tratasse da blogueira fura fila.

Entenda o caso:

993950_576745479034126_622867616_n

 

Leram? Bom, então, logo depois deste tiro no pé, vamos dizer assim… veio o resultado: milhares de pessoas fazendo piadas, comentando, criticando e se divertindo com este depoimento um tanto quanto descabido! E a situação é tão absurda que podemos criar algumas situações, onde a carteirada blogueira também poderia rolar em tom de comédia… Vamos lá…

Eu chego em uma loja e digo para a vendedora: Eu posso levar a roupa, usar e devolver depois? É só pra ter certeza se ela é boa mesmo… E um detalhe, não importa se o cliente está experimentando, afinal sou blogueira da Revista Tralalá e eu tenho esse direito…

Estou numa doceria, gostei dos brigadeiros, achei lindos e meus olhos brilharam por eles, posso comê-los??? Se forem realmente bons eu pago, se não forem, sinto muito, afinal sou blogueira…

Estou na fila da ducha na praia, quero tirar a areia do meu corpo e uma fila imensa está formada, e que preguiça não é mesmo? Esperar todos se lavarem… Quero passar na frente, afinal estou incomodada e sou blogueira de uma revista adolescente… e que me importa se todos estão cheios de areia??? Posso falar mal da praia depois em meu Facebook e blá blá blá…

Todo este texto serve na verdade para mostrar, exemplificar e o mais importante… fazer pensar sobre as atitudes que tomamos em nosso dia a dia… Por que sou mais especial que o fulano que aguarda a fila? Por que me dou o direito de faltar com educação com as outras pessoas presentes? Por que sou tão mimada a ponto de xingar, gritar e esbravejar na minha rede social quando as pessoas não agem como eu quero?

É um post cheio de perguntas, mas com uma conclusão:

Gata… ser blogueira é ser como padeiro, pedreiro, pintor, estilista, médico, jornalista, doméstica e por aí vai… somos todos iguais e dar carteirada em porta de balada é o fim! Aulinhas de etiqueta já! E da próxima vez amiga, volta pro final da fila, assim como qualquer outro mortal e também blogueiro voltaria e esperaria sua vez, sem esse post recheado de pitis e frescuras desnecessárias!

Beijos! 😉

Verão 2014 – Brasil – Campanhas

Aos poucos o inverno vai saindo de cena e com isso as grandes marcas brasileiras no mercado de moda vão lançando suas campanhas. E nós que amamos novidades trazemos para vocês um pouco das imagens que estamparão as revistas de moda, catálogos e sites institucionais! Lembram que fizemos um post sobre a campanha da Coca Cola Clothing? Então, o verão 2014 vem com força e promete muitas peças bacanas, cheias de colorido e muito charmoso… Vem!

campanhas1

Na foto acima temos Karlie Kloss para a Animale e Alicia Kuczman para a Mixed!

campanha2

A top escolhida pela marca Iódice foi a russa Naty Chabanenco e o trabalho nas peças destacou o couro e os bordados. Já a carioca Espaço Fashion escolheu como locação para sua campanha, a cidade de NY. Entre as peças, muitos recortes e mix de estampas.

campanha3

Para a Richards, o verão é navy então prepare-se para encontrar em sua coleção de verão 2014, muitas listras, branco, e estampas náuticas. Já a Spezzato, apostou na idéia: “Em time que está ganhando não se mexe” e trouxe pela terceira vez como estrela da campanha, a modelo Carol Thaler.

campanha4

E a Colcci trouxe para sua campanha um time de tops famosas, fotografadas em NY. Muita estampa, off white e cores brasileiríssimas como verde e amarelo!

Entrevista – Elaine Tatagiba – Maria Flor

Mais do que ser antenada com as tendências, para ser uma empresária de sucesso é preciso de uma série de atributos! E em Pouso Alegre temos o retrato desta empresária. Elaine Tatagiba está a frente da Loja de acessórios Maria Flor, junto com seu braço direito, a consultora Priscila Lemos, O ponto de venda, diga-se de passagem é um espaço super charmoso e cheio de bons achados no segmento de acessórios, localizado na área central da cidade… Elaine é o tipo de profissional que parece sempre querer mais, tem bom gosto e feeling para os negócios e o Hot Ticket’s Fashion foi conhecer um pouquinho mais sobre esta empreendedora que vem fazendo sucesso em PA e sobre sua Loja Maria Flor… Chega mais!

1011079_520099628057400_947957783_n

HTF – Você é considerada uma das mulheres mais bonitas e bem vestidas de Pouso Alegre. Quais são suas inspirações na hora de se vestir? 

Elaine Tatagiba – Me inspiro em várias coisas, hoje temos um acesso muito fácil ao mundo da moda, revistas, blogs, sites, celebridades , lookbooks etc…. o que eu acho é que deve haver um bom senso na hora de se vestir, respeitando os limites do seu corpo.

HTF – 2 – Você é empresária de varejo de moda, conte pra gente como é atuar num segmento tão concorrido. Quais os desafios de quem quer montar seu próprio negócio?

Elaine Tatagiba – Vejo a concorrência como um estimulante, assim cada um de nós dá o seu melhor e o maior beneficiado é o Consumidor. Os desafios se tornam muito pequenos quando fazemos o que amamos, temos que conhecer bem o produto, assim podemos oferecer uma consultoria melhor para os nossos cliente, procure ter sempre um diferencial isto é muito importante.

1002864_581284108560979_936300839_n

HTF – Sua loja Maria Flor é um sucesso como podemos observar no Instagram e em sua fan page? Quais critérios vc usa na escolha das peças para sua loja?

Elaine Tatagiba – Pesquisamos sobre tudo que esta no nosso segmento, estudamos diariamente , por isto estamos sempre atualizadas. Procuramos então os melhores fornecedores trazendo ótimos lançamentos.

HTF – Quais tendências de moda você destaca para nossas próximas estações na linha de acessórios?

Elaine Tatagiba – Nesta próxima estação o prata volta com forca total, acompanhado de pedras como howlita turquesa, abalone , ágata branca . O hippie chic e o étnico são peças sofisticadas e ousadas, por isto eles também serão muito usados no verão 2014 …

941560_549401908415866_649748863_n

HTF – Defina o que é ter estilo para você:

Elaine Tatagiba – Estilo é usar a moda para se inspirar e dentro daquilo que foi lançado pelas grandes marcas e estilistas famosos, buscar peças de acordo com a sua personalidade, isto a faz uma pessoa atual , moderna e única. Estilo é ser você mesma sem querer ficar o tempo todo copiando alguém, é se conhecer e saber quais pontos do seu corpo você gostaria de disfarçar e suas preferencias .

Quer conferir os acessórios e as novidades da Maria Flor acessórios?

https://www.facebook.com/maria.flor.18294053?fref=ts

Endereço: Rua Dom Nery, 97, Centro – Pouso Alegre – MG

Parque Angry Birds em São Paulo

Tempo de férias para as crianças e está aí uma boa opção de diversão no Shopping Mooca, o Parque Angry Birds! A instalação oferece tirolesa, escorregador, cama elástica e super pulo! Muita aventura para os pequenos e para os fãs deste jogo que se popularizou na internet. Mas não é só isso, a melhor parte vem agora: O parque também atende adultos! Não é ótimo?

O espaço itinerante fica no Shopping Mooca até dia 12 de agosto e depois parte para o Shopping Villa Lobos. Mas outros locais do Brasil também receberão a atração! Se joga e vá se divertir! Vejam Imagens:

parque-angry-birds-mooca-plaza-shopping-7-mario-rodrigues

Mario Rodrigues – Reprodução

angry-birds-projeto-2-600x371 angry-birds-projeto-3-600x371 angry-birds-projeto-600x371

Mas ainda existem outros lugares no mundo que possuem esta atração, construídos ao ar livre e cheio de boas opções dentro deles! Vejam:

angry-birds-land-opens-finland-0-600x398 angry-birds-parque-10-600x371 angry-birds-parque-600x313

 

Eu já fiquei na vontade (risos)… Portanto se tiver oportunidade, vá e divirta-se!

Street Art – Croché e tricot!

Como todos sabem, sou um grande fã da arte que acontece na rua, a street art! Os artistas transformam espaços que as vezes estavam esquecidos ou abandonados em lugares de apreciação dando seu toque especial e deixando-os mais coloridos e interessantes. E em um dos meus passeios por sites deste segmento, encontrei uma técnica que consiste em colorir árvores, monumentos, carros usando o croché e o tricot como intervenção! O resultado é muito bacana, colorido, charmoso e divertido! Vejam:

street_art_yarn_crochet_1-comments street_art_yarn_crochet_2 street_art_yarn_crochet_3 street_art_yarn_crochet_4 street_art_yarn_crochet_7 street_art_yarn_crochet_8 street_art_yarn_crochet_12 street_art_yarn_crochet_16 street_art_yarn_crochet_25

Eu amei!!!